No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

Convidamos uma visita ao - Perguntas e Respostas
Agora você já pode fazer o login com a sua conta DISQUS:


?Mesmo que penses que és saudável e imune. Não és? Ahmad deixou de conseguir subir escadas ou simplesmente conduzir. Ahmad Ayyad é mais um exemplo dos efeitos devastadores da covid-19 no corpo humano. Tinha um restaurante, ajudava nos negócios da família, fazia maratonas, dava aulas de basquetebol e boxe. Em pouco tempo Ahmad, que vive […]

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder
Qual sua opinião? Vote e comente em baixo. Obrigado

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder

Talvez eu seja um psicopata Heterosexual

Confissão ID: 247287 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

As vezes eu me sinto indiferente, mas eu não digo isso para ninguém, não sei se tenho confiança suficiente em todas as outras pessoas para contar esse tipo de coisa, tenho medo que se afastem, que me mandem para algum lugar, que não me entendam, e principalmente, eu tenho muito medo que deixem de me ver como uma pessoa boa, como alguém que fala sobre amor e paz, no fundo eu sei que esse sou eu, mas, de algum modo é como se quando eu estivesse submetido a muita raiva eu me tornasse um monstro, eu imagino coisas horríveis que eu não consigo controlar, se eu não as escrevesse e mandasse para alguém eu provavelmente teria as feito, eu não sou um assassino, pelo menos, não quero ser.

Recentemente o meu irmão mais novo bateu na janela do banheiro para que eu me apressasse, eu odeio que as pessoas me dêem pressa, ou que interrompam meu banho, e principalmente eu odeio ainda mais quando continuam fazendo apenas para pirraça, ele bateu na janela novamente, e a minha vontade naquele momento era de segurar o seu braço pela parte de dentro do banheiro, o puxando pelo pequeno espaço aberto da janela, apertando-o até que ele podesse gritar de dor, para que ele aprendesse a nunca mais me irritar propositalmente, como se não fosse o suficiente eu me imaginei fechando a janela sob o seu braço, lentamente, ouvindo os seus gritos, sentindo ele se debater, e esmagar o seu braço totalmente até poder o arrancar para fora de seu corpo, por fim, eu me via fugindo, meus pais logo chegariam e pegariam o corpo do meu irmão possivelmente morto devido a grande perca de sangue, eu provavelmente me arrependeria depois, mas seria tarde de mais, a polícia me pegaria em breve, eu não sou bom com fugas, e eu provavelmente acabaria morto em uma sela de prisão, motivo? Suicídio.

Felizmente, isso tudo era apenas parte da minha imaginação, meu irmão estava bem, ninguém estava morto, e eu já estava no meu quarto me vestindo, eu se quer me lembro de ter chegado aqui, meu irmão estava tomando o banho dele, resolvi bater em sua janela e na porta do banheiro, ele me chamou, perguntou se era eu, eu me mantive em silêncio, ele merecia no mínimo ser assutado, eu não parei até poder sentir medo em sua voz, depois disso, eu voltei para o sofá e comecei a digitar tudo eu que eu estava sentindo, isso aqui que você está lendo neste exato momento.

Meu irmão sai do seu banho, e puxa a minha orelha com a sua unha, ele não quieta, esse demônio desse menino não vai parar de me atentar até que esteja morto, no mínimo ferido, eu continuo escrevendo, eu não posso parar, escrever é possivelmente uma das poucas maneiras de evitar que uma tragédia aconteça, mas eu queria, eu queria muito bater a sua cabeça contra o espelho e o encher de socos até que o mesmo caísse no chão cobrido de ematomas, eu ainda poderia chuta-lo se não sentisse que fosse o suficiente, chutar até ver o seu sangue escorrendo por toda a sala, eu.. eu... Eu realmente estava pensando nisso? O que há de errado comigo? Porquê estou imaginando essas coisas? Eu realmente quero isso? Eu realmente quero matar violentamente o meu irmão mais novo que tanto amo, eu.. eu quero mesmo fazer ele implorar pela vida até a sua última gota de sangue? Esse.. sou realmente eu? ... Eu não quero matar ninguém, eu não sou um assassino... Eu preciso de ajuda

Obrigado por ter lido o desabafo de Mirtilo.
Duas sugestões: Primeiro comente este desabafo em baixo e depois TOQUE AQUI e venha conhecer novas pessoas no chat amigosK.com
Visto recentemente no Chat:

Texto desabafado por Mirtilo , em Domingo, 28 de Junho de 2020
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Mirtilo agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.

Comentários ao Desabafo de Mirtilo

Por favor seja construtivo nos seus comentários.



Você já conhece a nova plataforma de Perguntas e Respostas?
Venha colaborar também no Eu Pergunto:

0
0
0
0