No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

(A lista não inclui usuários em conversa privada) , são alguns usuários que estão no Bate-papo / CHAT. O que você está à espera? Junte-se a eles e divirta-se um pouco!! (att: para maiores de 18 anos apenas)

Tá perto de acabar. Masculino

Confissão ID: 201171 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

As coisas têm saído do controle. Na verdade, saíram no final de maio do ano passado. Eu estava na melhor fase da minha vida até então. Sabe aquele sentimento de que tu poderia fazer qualquer coisa e tu tá feliz e bem com tudo e todos?

Eu realmente nunca tinha me sentido assim desde o começo do ensino médio há 10 anos atrás. De repente, as coisas foram se acertando e eu realmente pensei que “ok, a vida vai te jogar pra baixo às vezes, mas não vai ser tão ruim quanto naquele tempo”.

Mas jogou. Jogou e eu continuei a contribuir pra isso. Consegui um emprego novo dentro da área que tava estudando dois anos atrás, faculdade tava sendo tranquila e conheci uma garota que realmente mudou pra melhor ainda minha vida.

De janeiro até maio do ano passado foi tudo muito bom e as coisas foram dando certo. Até que errei feio com a garota; ficamos juntos mais um mês depois disso. Eu sabia as besteiras que o ex dela tinha feito com ela, sabia como ela era e que precisava de um pouco de calma e tudo mais. Não adiantou mais depois que eu fiz a besteira. Ela pediu pra acabar final de maio.

Fiquei mal, não conseguia frequentar aulas e nem trabalho. Continuei conversando com ela, mas as coisas só foram piorando. Toda vez que a gente conversava era briga atrás de briga. Se a gente se via, ela fingia que não me via. Um dia antes do meu aniversário tentei me matar. Continuou essa situação toda, ela achou outra pessoa. Eu alternava entre momento tranquilos e de estrago. Tentei o suicídio de novo em setembro. Fui internado e acabei saindo um mês depois. Ela me bloqueou de tudo, whats, face, instagram, snap. Também não ia atrás das redes dela depois disso.

As coisas pareciam mais calmas depois. Puro fingimento. Nao era bem assim. Desde que acabou penso nela, sonho com ela, vejo ela do nada por aí, ainda sou apaixonado e gosto dela. De outubro pra cá chegou em outro nível. Meus amigos não conseguem mais falar nada que seja relevante pra mim e cheguei a brigar e bater neles; meus pais sempre tentam ajudar mas faço igual e cheguei a sair no soco no meu pai algumas vezes. Mesmo que ela aparecesse hoje pra tentar falar e consertar, não resolveria. Ela não volta.

Eu bebo e fumo o tempo todo. Não consigo fazer mais nada e eu realmente tentei: sair pra outros lugares, conhecer outras pessoas, me envolver com outros garotas, tentei trabalhar em outro lugares e continuar estudando. Não deu certo.

Acordo chorando desde junho porque sonho com ela toda noite. E daí em diante só piorou. 1 ano e pouco depois continua igual. Descobri quinta-feira agora que ela e o cara que ela tava ficando e tinha conhecido depois de mim começaram de fato a namorar.

Não consegui dormir desde então. Continuo me machucando de qualquer jeito que consigo imaginar. Sábado meu melhor amigo fez aniversário e fiz um esforço pra ir na festa dele. Final da festa ele brigou comigo e me disse que eu não deveria ter ido, deveria era ter ficado em casa e me matado.

Hoje eu sei que a única pessoa que pode me ajudar sou eu mesmo, porque não considero mais a opinião de ninguém. Mas eu não quero. Quero puxar a tomada e apagar. Eu realmente espero não acordar mais, mesmo sabendo quantas pessoas eu vou machucar com isso.

Saí de casa no meio da madrugada, enchi a cara e tomei e usei algumas coisas; agora tem pessoas me ligando e eu ignorando. Quero ficar em paz e sozinho.

Se eu já tomei essa decisão, por que to escrevendo? Porque eu acho que quero que saibam que eu tentei. Mesmo. E continuei tentando muitas vezes. Eu cheguei num momento de vai ou racha. E talvez se eu aguentar mais um pouco tudo se resolva e de encaixe e eu não pense e não sinta mais o que sinto por ela e eu consiga tocar minha vida.

Mas não acho que vai ser o que acontecer.

Só queria explicar, ainda que por cima (porque depois de 1 ano, 2 meses e 11 dias se eu fosse escrever tudo ia ser muita coisa), eu já tenha tomado uma decisão. E por um motivo desses.

Sejam mais empáticos com quem se importa com vocês. Cuidem com quem vocês se importam e se entregam porque vai acabar machucando, alguns mais e outros menos. Façam mais por vocês. Hipocrisia eu falar isso e fazer o contrário, mas tudo bem. Eu só queria soltar isso aqui pra que mais gente não faça o que eu to a ponto de fazer. Vão falar muita coisa. Que sou novo; que tenho muito mais pela frente; que as coisas vão melhorar; que eu devia pensar nos pais, família e amigos. Nada disso resolve.

Eu não vou sair responder isso. Como ja disse, só queria deixar isso aqui pra ninguém fazer essas coisas por um motivo desses.

Texto desabafado por ma , em Sexta, 10 de Agosto de 2018
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. ma agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.

Comentários ao Desabafo de ma

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0


r