No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

Às vezes, tenho vontade de não existir mais... Feminino

Confissão ID: 251812 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Tenho depressão e faço tratamento medicamentoso. Antes de ser diagnosticada e começar o tratamento, passei por um bom bocado de ter uma vontade louca de me suicidar. A única coisa que sempre me segurou a evitar realizar foi eu acreditar em Jesus. Sim. Por isso é realmente ridículo ouvir de alguns que é só ir para igreja que vai passar mesmo sendo criada dentro dela.

Bem, meu desabafo é que, embora não esteja mais passando na frente do IML da Leopoldina e imaginando e almejando exaustivamente como seria ter meu corpo lá dentro como aconteceu na minha pior crise que me levou ao psiquiatra para fazer tratamento, surge uma vontade parecida de pensar como seria bom já não estar mais aqui.

Hoje, estou vivendo mais um desses "episódios".

Há pouco tempo aconteceu um incidente na pandemia que eu quase, de fato, morri. E me pego pensando o porquê de não ter ido naquele dia já que teria sido muito bom terminar com tudo isso.

Fui fazer um bolo e tinha muita mosca na cozinha. Joguei inseticida no ar na cozinha para espantá-las e continuei fazendo o bolo. (Sim, eu fiz um cagada da boa. Nunca mais usei inseticida dessa forma por ter aprendido na marra que esse é um jeito errado de empregá-lo).

Coloquei o bolo para assar e fiquei esperando. Até que comecei a me coçar muito meu corpo e meus olhos. Subi e fui no banheiro e vi que minha cara estava inchada e vermelha. Meus braços coçavam e falei com minha mãe que estava passando mal e avisei ao meu irmão para vigiar o forno.

Tomei polaramine e prednisolona. Fui direto tomar banho para aliviar a coceira. Fiquei com medo de desmaiar dentro do box, mas cheguei no meu quarto, gritei pela minha mãe e desabei na cama em cima da minha cadela Athena (foto do perfil). Eu senti que ia morrer.

Não sei como minha mãe conseguiu me escutar, porque mal tive forças para chamá-la e ela não escuta direito de um ouvido. Mas ela apareceu no meu quarto e me viu naquele estado.

Eu consegui voltar do desmaio e sentei no vaso sanitário. Minha mãe pediu ajuda ao meu pai e a meu irmão. Eu só falava para não largarem minha mão e nem me deixar sozinha, porque sabia que tinha chegada a hora.

Minha pressão estava muito baixa e eu não conseguia ficar com olhos abertos. Falei para baterem em mim para evitar outro desmaio, porque sabia que seria fatal. Foram horas de luta contra queda de pressão até normalizar. Estava na época do início da pandemia no país.

No dia seguinte, um peixe do aquário do meu irmão simplesmente apareceu morto. Minha cadela que foi adotada e era nova (a da foto do perfil) começou a, "do nada", ter cansaço para andar e respirar. Ela sofreu 2 semanas e seu coração parou.

Fez 3 meses que ela partiu agora em 01/09 e gostaria muito de ter ido no lugar dela.

Não consigo estágio,nem emprego e estou há anos na luta. Vejo as pessoas conseguindo as coisas e eu nem consigo ao menos me sustentar e nem ajudar em casa.

Sou um estorvo para meus pais e não sei como tem gente que consegue um emprego.

Queria muito que tudo acabasse para esse sofrimento terminar.

Sou uma inútil que não sabe fazer nada e ninguém dá uma chance sequer.

Estou exausta de tentar as coisas e só baterem as portas na minha cara.

Só queria uma chance para desenvolver uma carreira.

Obrigado por ter lido o desabafo de fermanda.
Duas sugestões: Primeiro comente este desabafo em baixo e depois TOQUE AQUI e venha conhecer novas pessoas no chat amigosK.com
Visto recentemente no Chat:

Texto desabafado por fermanda , em Terça, 06 de Outubro de 2020
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. fermanda agradece.
Atualmenteé quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissãoé ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.

Comentários ao Desabafo de fermanda

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0