No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

(A lista não inclui usuários em conversa privada) , são alguns usuários que estão no Bate-papo / CHAT. O que você está à espera? Junte-se a eles e divirta-se um pouco!! (att: para maiores de 18 anos apenas)

NOVA PLATAFORMA - Perguntas e Respostas. Surpreenda-se com as respostas no novo Eu Pergunto:

Qual o nome desta música das disco?

Por favor ouçam o trechinho que consegui...

SOCORROOOOO Bolinhas na vagina no lado externo (não é bos grandes lábios e nem dentro) é fora,coça as vezes o que pode ser?

Tenho 4 meses sem ter relação..

Racismo na escola Masculino

Confissão ID: 219893 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

O meu filho sempre foi um garoto muito divertido, contando piadinhas e imaginando histórias fantásticas, uma imaginação verdadeiramente fértil. Foi quando esses dias, ele voltou da escolinha muito triste. Perguntei para o meu marido se eles haviam brigado, mas ele disse que não e que na verdade, os dois passaram pra almoçar num restaurante preferido nosso antes de ir pra escola.
Deixei quieto
Passou uns dias e ele continuava assim, já não ria mais, não comia mais e nem brincava. Dormia muito cedo e as vezes brigava conosco sem mais sem menos. Ele quebrou alguns bonecos e rasgou uns desenhos dele na escola, praticamente tudo que refletia a escola, ele estava destruindo
Resolvemos conversar com ele de vez por todas, e adivinham? Ele estava sofrendo racismo na escola. Mostrou alguns desenhos que recebia dos coleguinhas, chamando ele de "chocolate", "carvão", "sujo" e outras coisas. Eu pisquei meus olhos diversas vezes, não acreditava no que eu estava lendo. Claro que choramos e ficamos bastante preocupados com ele, ficamos dias sem envia-lo para a escola. Estamos procurando uma nova escolinha, claro que tentamos conversar com os professores, o diretor e os pais, mais nada parou e eles continuaram fazendo a mesma coisa.
Por mais que isso já tenha acabado, me pego todas as noites pensando no sofrimento do meu filho, na minha criança, tendo que passar por coisas do tipo. Ele voltou a brincar um pouco e comer, mas continua anti-social e bem chateado, meu coração se parte quando penso nisso tudo
O que eu posso fazer pra ajudar ele? Não é a mesma coisa de antes

Texto desabafado por Um pai , em Segunda, 29 de Abril de 2019
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Um pai agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: Racismo     filhos     Escola    

Comentários ao Desabafo de Um pai

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0


r