No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

Convidamos uma visita ao - Perguntas e Respostas
Agora você já pode fazer o login com a sua conta DISQUS:


Olá,tenho 19 anos entrei em um site de namoro internacional,conheci um estrangeiro ele tem 23 anos,mora sozinho ?parece ser un cara legal? Ele mostrou estar interessado em mim lá no site e já foi falar comigo me elogiar e tal ? conversamos perguntei oque ele estava procurando e parece que temos os mesmos objetivos eu […]

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder
Dia 27 foi meu aniversário e meu namorado me mandou uma mensagem dizendo ?que estava um pouco doente mas que não ia deixar de me parabenizar (?)?. Eu respondi:- Certo, mas você nem mandou nada. Ele disse:- Não se preocupe. Você sabe o motivo? Eu vou FAZER pessoalmente. Aí tudo bem, só que se passaram […]

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder

Por que as pessoas me vêem com tanta repugnância? Feminino

Confissão ID: 240033 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Desde que nasci, sempre fui uma criança problemática, era gorda, e desde os 7 anos de idade eu tenho um problema hormonal que me faz ter muitos pêlos pelo corpo. SIM, IMAGINEM UMA MENINA DESSA IDADE JÁ SOFRENDO DE PROBLEMA HORMONAL. E com isso, minha família começou a fazer bullying comigo, e começaram a me tratar como um menino. Tanto meus pais quanto o resto da família uma hora ficavam falando "Você tem que emagrecer, menina não pode ser gorda."; "Por que você só usa roupas largas?"; "Você não pode usar roupas justas, porque vai ficar marcando essa sua barriga enorme."; "Você é gorda e feia, nunca vai conseguir ter amigos." Naquela época nem era eu que escolhia minhas roupas, era minha mãe que me obrigava a usar umas roupas largas que me faziam parecer mais gorda ainda e me fazer ficar parecendo mais ainda com um menino, fora que uma hora eles queriam que eu fosse uma coisa e outra hora fosse outra. Desde aquela idade eles me obrigavam a emagrecer, sendo que não faziam o mínimo pra mudar minha alimentação e nunca me levavam pra fazer atividade física. Teve até uma vez que minha mãe me colocou em nutricionista, mas até ela ficou com raiva de mim, porque ela tentou fazer uma dieta de todas as formas comigo, e mesmo assim não funcionou, daí ela quase me xingou e achava que eu tava lá só pela comida. Teve um momento que não aguentei mais, e comecei a ficar desleixada em tudo, até na escola minhas notas pioraram e fiquei de recuperação por vários anos por ter autoestima baixa. Nem da minha aparência eu cuidava. Me lembro muito bem que sempre que chegava uma visita em casa, a minha família sempre falava em união, mas quando eu virava as costas e ia para outro cômodo, dava pra ouvir de longe eles falando mal de mim bem alto. Teve uma vez que meu pai falou bem assim pros meus padrinhos: "Essa guria é uma porcalhona, não faz nada, se não tem amigos, quem dirá ter um namorado." GENTE, EU ERA UMA CRIANÇA E ELES JÁ QUERIAM QUE EU NAMORASSE. E ELES AINDA CONCORDAVAM COM TODAS AS MENTIRAS QUE INVENTAVAM DE MIM. Daí quando eu ia lá perguntar o que aconteceu, eles fingiam que nada tinha acontecido. O pior de tudo é minha mãe me levar em psicóloga pra resolver uma coisa que eles mesmo fazem, só que é óbvio que eu não conto nada da minha vida pra ela, porque quem tem que resolver as coisas de errado são eles mesmo. Até na escola eu sou zoada por ser muito lenta e demorar pra entender as coisas. Nunca tive amigos, e até nos trabalhos em grupo sou excluída, porque todo mundo acha que não faço nada, e ninguém tem paciência. Só que meu problema é que não sei impor idéias, e tenho muito medo de me aproximar dos outros. Eu acho incrível o fato de que estudo no mesmo colégio há anos, e ninguém faz questão de me ter por perto. Todos os anos eles sempre falam de inclusão, e até os professores falam que gostam da nossa turma, porque é uma turma bem inclusiva. Ninguém na escola enxerga os excluídos, e nos trabalhos em grupo os professores sempre tinham que obrigar a turma a me incluir, ou eu tinha que fazer tudo sozinha. Agora que estou no Ensino Médio, quando tem trabalho em grupo eu já falo que quero fazer sozinha, porque sinto que eles já estão cansados dessa história. Já tentei várias vezes falar que quero mudar de escola, mas minha mãe sempre passa a mão na minha cabeça e fala que a vida tem autos e baixos e nunca quer me ouvir de verdade. Toda vez que pergunto sobre as coisas do passado, ela quase me apedreja. Sou tão zoada que teve uma vez que compartilhei um meme falando que o Ensino Médio não era igual filme americano, e que parecia Chernobyl. Daí as falsianes da turma, que são minhas ex melhores amigas, ficaram comentando na sala de aula: "Nossa, olha quem fala, logo a radiação da turma, ela é a guria mais tóxica da turma, ela devia se chamar Césio."

Obrigado por ter lido o desabafo de Anônima.
Duas sugestões: Primeiro comente este desabafo em baixo e depois TOQUE AQUI e venha conhecer novas pessoas no chat amigosK.com
Visto recentemente no Chat:

Texto desabafado por Anônima , em Quarta, 11 de Março de 2020
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Anônima agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.

Comentários ao Desabafo de Anônima

Por favor seja construtivo nos seus comentários.



Você já conhece a nova plataforma de Perguntas e Respostas?
Venha colaborar também no Eu Pergunto:

0
0
0
0