No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

(A lista não inclui usuários em conversa privada) , são alguns usuários que estão no Bate-papo / CHAT. O que você está à espera? Junte-se a eles e divirta-se um pouco!! (att: para maiores de 18 anos apenas)

Perguntas e Respostas. Surpreenda-se com o Eu Pergunto:

Respondida: Defina Tecnologia em uma palavra?

Respondida: Dúvida básica de subtração

Não esqueci dela. Gay Feminino

Confissão ID: 190218 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Confesso que não esqueci minha bela e amada ex professora, nunca tive nada com ela nunca se quer participei de alguma conversa informal. Uma coisa bem platonica mesmo que nunca foi vivido, mas mesmo após anos ainda continuo imaginando como q ela poderia ser , quem é ela de fato. Hj é um dos dias que a saudades e as lembranças estão mais forte, saudades daquele lindo olhar q nunca foi para mim, daquele lindo sorriso que nunca foi para mim, de doces palavras que nunca foram em minha direção, sei que é perca de tempo e tortura permanece nessa situação e que tudo isso , td esse sentimento é em vão e q qualquer esperança não passa apenas de esperança, casada feliz provavelmente a essas alturas constituiu sua família criada com amor e respeito com um alicerce firme de tempos de vínculos. Ainda me lembro da última vez em q a vi, caminhando em meio a multidão tão bela e confiante mas ao mesmo tempo frágil e delicada como um bela rosa e ainda por cima me recordo de seus passos e de seu olhar profundo impossíveis de se perceber algo apenas um grande e singelo vazio
as vezes na minha loucura intransferível sinto como se pode-se senti -la , algo que de certa forma vai além da imaginação, mas sensata permaneço e sei que isso é apenas o meu devaneio tentando criar esperança onde não existe.
Um dia talvez a encontre de passagem por aí, iremos passar despercebidas eu a sentirei em minhas emoções ela por sua vez nem irá me notar em meio a multidão e assim seguiremos nossos caminhos. Amo com uma intensidade que chegar doer, saudades maltrata aos poucos e coração meio apertado. Já que somos seres de energia será que por um segundo ela consegue me sentir? Sera que meus sonhos é apenas meu inconsciente realizando meus desejos reprimidos? Ou vai além disso?
Sinto me em paz mais ao mesmo tempo em guerra, perdida e salva, morta e viva. Isso é doença, um certo tipo de obssecao? Não sei mas quero acreditar que seja um sentimento puro e verdadeiro incompreendido pelos demais, que julgam tal como algum transtorno ou até msm imaturidade. Que coisa não, deste modo vou seguindo me sentindo refém de meus sonhos impossíveis .

Texto desabafado por Pertubada , em Segunda, 19 de Fevereiro de 2018
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Pertubada agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: amor platonico     Professora     amor eterno     Pensamemros     desabafos    

Comentários ao Desabafo de Pertubada

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0


r