No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

Convidamos uma visita ao - Perguntas e Respostas
Agora você já pode fazer o login com a sua conta DISQUS:


Dia 27 foi meu aniversário e meu namorado me mandou uma mensagem dizendo ?que estava um pouco doente mas que não ia deixar de me parabenizar (?)?. Eu respondi:- Certo, mas você nem mandou nada. Ele disse:- Não se preocupe. Você sabe o motivo? Eu vou FAZER pessoalmente. Aí tudo bem, só que se passaram […]

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder
O Direito Privado tutela predominantemente os interesses individuais, de modo a assegurar a coexistência das pessoas em sociedade e a fruição de seus bens, quer nas relações de indivíduo a indivíduo, quer nas relações entre indivíduos e o Estado. Marque abaixo o único que integra esse ramo do direito: Escolha uma: Direito Municipal Direito Administrativo […]

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder

Eu não sou tudo aquilo Feminino

Confissão ID: 239419 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Desde o 1° ano do ensino Fundamental eu fui uma aluna muito burra, demoro pra aprender e tenho uma dificuldade extrema na área de exatas e preciso de aula particular desde que entrei na escola. O maior problema é que eu sempre tive dificuldade de fazer amigos por causa disso e acabei me tornando uma pessoa extremamente triste e solitária. Todos falavam que eu era a mais inteligente da sala e acabavam me excluíndo em tudo, até nos trabalhos em grupos, pois achavam que só por eu ser "inteligente" que eu era autossuficiente. O que não era verdade, pois eu era muito dependente emocionalmente, ou seja, qualquer coisa que me falassem eu me sentia a pessoa mais triste do mundo e sempre que fazia alguma atividade errada, as pessoas quase me apedrejavam, porque pra eles uma pessoa inteligente tinha que ser perfeita. Eu me preocupava tanto com a vida dos outros que esquecia de viver a minha e me desconcentrava até nos estudos, morria de inveja de ver os outros tirando nota 9 ou 10 em todas as provas e trabalhos, e eu nunca consegui isso, mesmo me esforçando pra caralho. A partir do 5° ano até o 9° ano eu comecei a ficar de recuperação, porque eu realmente tava tendo dificuldade em aprender, e nesse momento eles viram que eu não era tudo aquilo e que era só mais uma qualquer que tinha dificuldades. Meus pais me odeiam por saber que sou burra, pois como todo pai e mãe, esperam que os filhos sejam super inteligentes, e às vezes acho que eles me odeiam secretamente por ser assim. Já vi muito eles falando que eu era burra e que não ia ser nada na vida enquanto eu tava trancada no quarto, mas quando eu chegava perto deles e perguntava o que estava acontecendo, eles falavam que era coisa da minha cabeça e viviam dando elogios falsos. Já estou no Ensino Médio e estou desesperada, pois ainda tenho dificuldade e me esqueci de todos os conteúdos do fundamental. Tenho medo de ficar de recuperação por mais um ano.

Obrigado por ter lido o desabafo de Anonima.
Duas sugestões: Primeiro comente este desabafo em baixo e depois TOQUE AQUI e venha conhecer novas pessoas no chat amigosK.com
Visto recentemente no Chat:

Texto desabafado por Anonima , em Domingo, 01 de Março de 2020
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Anonima agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.

Comentários ao Desabafo de Anonima

Por favor seja construtivo nos seus comentários.



Você já conhece a nova plataforma de Perguntas e Respostas?
Venha colaborar também no Eu Pergunto:

0
0
0
0