No Eu Confesso para Adultos você desabafa em TOTAL ANONIMATO Atenção: Esta secção destina-se apenas a MAIORES DE 18 ANOS.

Apostei minha esposa..

Confissão ID: 7083 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Eu confesso que Sempre tive tara de ver minha esposa Joana, levar rola de outro cara, mas nunca tive coragem. Joana é uma morena de 1,75 m de altura, morena, belas pernas, bela bunda e muito bonita. Em nossas transas eu sempre tocava no assunto e ela sempre me dizia que isso era uma loucura, mas quem sabe um dia ela ficaria louca. Isso me deixava cada vez mais excitado e não me saia da cabeça esse louco desejo. Certa vez conheci um rapaz que me chamou atenção por seu porte físico, pois atraia demais as mulheres e com certeza iria atrair a minha. Era muito namorador e parece que adorava mulheres casadas, isso pra mim era um prato cheio. Comentei com minha esposa e ela demonstrou interesse e sugeriu que o convidasse para jantar em nossa casa. Aceitei a sugestão sua sugestão e pedi que fizesse uma comida bem gostosa, apesar que, na minha cabeça a comida mais desejada seria ela. Finalmente chegou o dia combinado, ela por sua vez tomou um banho bem demorado e se arrumou de maneira simples. Apenas usava uma blusinha de malha que mostrava o seu umbigo e uma calça jeans de cintura baixa. Às sete horas da noite a campainha tocou, era Kleber, assim se chamava, usava uma calça jeans meio apertada e uma camisa de malha preta. Percebi um brilho diferente nos olhos de Joana e tive nesse momento certeza que a minha fantasia iria se realizar. Apresentei um ao outro e os cumprimentos foram apenas com beijinhos no rosto, também não podia ser diferente. Antes do jantarmos tomamos algumas cervejas para relaxar e aumentar a intimidade. Depois de termos conversado muito sobre vários assuntos, inclusive sobre sexo e dado muitas risadas fomos jantar. Minha esposa ficou na frente de Kleber e percebi que os seus olhares sempre se cruzavam, então para descontrair já com segundas intenções propus que depois do jantar iríamos jogar, um tipo de jogo onde quem perdesse pagaria uma prenda. O jogo começou e o primeiro a ganhar fui eu, então poderia escolher quem iria pagar a prenda. Escolhi o Kleber e sua prenda foi dançar uma musica lenta. Nesse momento vocês podem imaginar com quem ele iria dançar. Os dois dançaram agarradinhos e então pude perceber que o seu pau deu sinal de vida pela primeira vez, confesso a vocês que era imenso, pois pude perceber por baixo de sua calça. O sacana quase beijou minha esposa naquele momento, mas, ela resistiu. Retomamos ao jogo, percebi que a mão dele alisou as pernas da minha mulher por baixo da mesa, ela apenas piscou para ele e riu. A segunda partida ele ganhou, claro que facilitado por mim, ele safadamente decretou que a prenda quem pagaria era Joana, dançando o crew, só que de mine-saia. Nesse momento o meu coração bateu mais forte imaginado o que poderia acontecer. Ela olhou para mim talvez pedindo autorização para trocar de roupas e como jogo é jogo respondi que sim. Ela como “uma boa esposa” me obedeceu e então voltou com uma mine-saia jeans, imagine vocês o tezão que me deu. Coloquei uma música apropriada para a ocasião e, de imediato ela começou a rebolar. Os olhos de Kleber brilharam nesse instante fitando sempre suas pernas, talvez já imaginado o que iria contemplar. Ela percebendo isso começou a rebolar até embaixo, fiquei perplexo, pois ela usava uma mine-calcinha de renda vermelha que deixava transparecer a sua rachinha maravilhosa. Nesse momento o jogo acabou e a vontade de possuí-la aumentou. Como ela já era minha e também como um bom anfitrião, deixei o caminho aberto para Kleber. Ele então começou a tirar a sua saia, passando de imediato a mão na sua bunda. Nesse momento Joana talvez pra me provocar começou a sussurrar:
__E aí amor tá gostando do que está vendo? Eu acenei com um leve sorriso que sim, já maluco de tezão e ciúmes. Ela continuou a falar:
__Agora você não pode mais voltar atrás, uma vez corno sempre corno.
Começaram a se beijar e a mão boba da minha mulher foi direto na rola de Kleber, foi ai que ela começou a pedir:
__ Me come Kleber vai!!! Esse corninho precisa ver isso!
__Ele sempre me pedia um par de chifres e eu nunca dei, agora chegou a vez.
__Vai coloca essa banana na minha buceta!!
__Quero sentir hoje uma rola diferente.
O rapaz já incendiado de desejo começou a tirar sua calcinha com a boca, aproveitando para enfiar a língua naquela buceta já toda encharcada. Ela então não agüentou e começou a gritar:
__Isso, isso enfia a língua meu safado, me fode!!
__Mostra pra esse corno que não se aposta “a mulher”!!
__Vai! Vai! Kleber me fode!
Nesse momento sua enorme pica já estava apontada para o alvo, e num lance espetacular vi aquela coisa roliça e grande invadir a buceta da minha esposa. E ela com carinha de sem vergonha, como se tivesse levado uma injeção de êxtase gritava:
__Ai! Ai! Safado!
__Maltrata sua puta vai!
__Mais! Mais!
__Quero ser arrombada!!!
__Come meu cu!!
__Ele é virgem
__Meu marido corno precisa ver isso!
Ele já louco de tezão começou a jorrar leite quente dentro da sua buceta, em seguida mirou para o seu cuzinho e introduziu aquela coisa dura e grossa dentro do cu da minha esposa. Ela soltou um tremendo grito:
__Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!
__Safadooooooo!!
__Me arrombou!!
__Vou gozar! Vou gozar!!
__Ai,ai,aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!
Então gozou profundamente, os dois ficaram grudados por um bom tempo enquanto isso eu também gozei batendo uma sonora punheta. Depois ele foi embora e, ela olhando para mim com cara de safada falou:
__Não era isso que você queria ver meu corninho?
__Ver sua mulher comida, arrombada e feliz?
__Agora você vai ser corno sempre, pois adorei dar pra outro.
__Eu te amo!!
Depois disso ela adormeceu de pernas abertas e eu não perdi a oportunidade para passar a língua naquela buceta ensopada de porra.
Confesso a vocês que adorei isso e sempre que tiver uma oportunidade serei corno.

Texto desabafado por anonymous , em Segunda, 12 de Janeiro de 2009
ÁUDIO: Ler o texto com idioma BR ou PT - Clique em BR ou PT e aguarde - Pausa - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. anonymous agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.

Comentários ao Desabafo de anonymous

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

Comentários no sistema antigo ao desabafo de anonymous

Apenas para consulta. Sistema descontinuado e substituído pela plataforma Disqus em cima

[5662] Vejo em vcs uns homenzinhos de MERDA todos se submetendo aos machos potentes ás putas que vcs sustentam, vcs são uns VERMES

submetido por anónimo em 12/11/2008   Classificação: -3


[5661] É assim que se faz. A minha mulher não consegue se descontrair na minha presença com outro macho, tem dificuldade para gosar, por isso eu deixo ela sair, ir a motéis com outro homem e ela volta pra casa feliz da vida contando como foi comida. Em geral damos uma transada legal com ela contando como deu o cu para o macho. Para mim ela não dá porque meu pau é muito grande, mas para os que tem pau de médio a pequeno ela dá e diz que gosa muito.\r\nEla deu para outro na minha presença umas tres vezes, mas se retrai muito. Eu sou bissexual e da mesma maneira que ela, não consigo me soltar e ser penetrado por outro macho na frente dela. Sinto muita dor e não consigo gosar sem bater punheta. Mas se estou a sós com outro homem goso muito sem tocar no pau e não sinto dor nenhuma, mesmo de ele for bem dotado. Acho que sentir dor é psicológico, se a transa está sendo boa, não há lugar para a dor, só prazer. Mas tanto eu como ela não transamos sem camisinha. Isso de ela ficar com a buceta cheia de porra é só fantasia, na vida real isso é irresponsabilidade. A buceta da minha mulher só eu encho de porra porque sou vasectomizado, outro macho, nem que seja vasectomizado, nem pensar, só com camisinha. E no meu cú só entra pau com camisinha, sem ela não deixo nem encostar.

submetido por anónimo em 11/27/2008   Classificação: 1


[5660] es um corno manso tonto do caralho..\r\nvai mentir pa cona da tua mae

submetido por anónimo em 11/25/2008   Classificação: -3


[5658] É MENTIRA.

submetido por anónimo em 11/18/2008   Classificação: -3


[5659] É MENTIRA.

submetido por anónimo em 11/18/2008   Classificação: 1


[5657] Que safada adorei....

submetido por anónimo em 11/17/2008   Classificação: 6


[5656] seu bosta

submetido por anónimo em 11/13/2008   Classificação neutra



[Páginas de comentários: 1 ... 1 ]


0
0
0
0