No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

pub: Coloque a sua dúvida e surpreenda-se com a resposta. Clique para visitar o Eu Pergunto:

Respondida: Qual é a fórmula secreta da Coca-Cola?

Respondida: Os hamburgueres do Mc Donald's são feitos do quê?

Desânimo no casamento Feminino

Confissão ID: 50825 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Eu confesso que não me sinto mais atrída pelo meu marido. Na verdade, eu acho que com o tempo, algumas mágoas foram se acumulando e o meu amor por ele acabou. Quando começamos a namorar, eu era louca por ele, tanto que eu fui atrás pra ele me assumir, coisa que nunca tinha feito com ninguém. Foi o único namorado que gostei de verdade. Meus namoros anteriores tinham sido curtos, inclusive foi com ele que perdi minha virgindade. Ficamos enrolados 6 meses até ele tomar coragem de assumir a relação, depois com mais uns 9 meses de namoro começamos a morar juntos. Ele veio morar comigo (eu morava sozinha). Eu sempre fui uma pessoa animada, gosto de sair, conversar, e ele sempre querendo ficar em casa, acabei me afastando das pessoas e me tornando uma pessoa mais fria com o tempo. Aos poucos, as nossas saídas eram sempre com os amigos dele, os convites que me faziam, eram sempre (segundo ele) muito complicados, ou por horário, ou por distância, sempre havia uma desculpa e eu não queria deixá-lo só e acabava não indo aos lugares. Moramos juntos a 4 anos. Em julho do ano passado por razões profissionais, precisei ficar 5 meses em outro país, nos três primeiros meses, fiquei longe dele, e confesso que não senti falta. Ele sabia que era algo importante para mim, mas não aceitava que eu fosse, nem queria discutir o assunto, achava que eu ia me prejudicar para não desagradar ele, mas fui. Nos dois meses finais ele foi ficar comigo, fazia de tudo para que eu saísse só com ele. Fiz uma boa amizade lá com um colega, e quando ele chegou e viu que eramos próximos fez de tudo para destratar o cara, tinha crises de ciúme, dava piti, e vivia destratando meus colegas. Quando ele ainda não tinha ido pra lá, ele só entrava no computador pra falar comigo nas horas que ele sabia que eu ia sair de casa, pra ver se me impedia de sair. Ele têm muitos problemas familiares e vive triste, desanimado, sempre reclama do trabalho, mesmo tendo um excelente emprego, diz por aí que a única coisa que vai bem na vida dele é a nossa relação, que eu sou uma pessoa muito especial. Eu sempre disse a ele, que emprego, a gente troca e problema de família, o que a gente não tiver como resolver, resolvido está, mas ficar triste o tempo todo não dá. De uns dois anos pra cá ele tem ficado sempre tão desanimado, que diversas vezes pedi pra ele procurar uma ajuda profissional de um psicólogo, mas ele nunca levou a sério. Cheguei a pedir a separação duas vezes, e ele chora, se humilha, pergunta se ele é um bosta, se tem outra pessoa de quem estou gostando, mas na verdade a relação está gasta. Isto aconteceu coisa de no máximo um mês atrás. O drama foi tão grande nessas conversas que cheguei a pensar em alugar um apartamento escondido, e me mudar sem aviso. Agora não estamos mais discutindo, mas sinto que as coisas nào estão bem, não me sinto feliz. Percebo que ele vem tentando não reclamar mais das coisas, tentando fazer programas que eu gosto, quer que chame meus amigos do trabalho pra sair conosco, mas agora parece que nada que ele faz me empolga mais. Eu não tenho raiva dele, mesmo ele tendo tentado fazer da minha vida um inferno no tempo que eu estava fora do país, mas sinto que não o amo mais, tenho feito até sexo meio que por obrigação. Sou jovem, sem filhos, atraente, não tenho razões para ter medo da separação, mas será que devo tentar mais um pouco me manter na relação já que ele está tentando mudar. Será que volto a me empolgar por ele. Por favor me ajudem.

Texto desabafado por Bia , em Quinta, 16 de Fevereiro de 2012
ÁUDIO: Ler o texto com idioma BR ou PT - Clique em BR ou PT e aguarde - Pausa - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Bia agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: desanimo     casamento    

Devo me separar

 sim [ 41.18% ]

 não [ 8.82% ]

 Esperar um pouco pra ver como as coisas se desenrolam [ 50.00% ]


Comentários ao Desabafo de Bia

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0