headerphoto

Confissão [ 36343 ]

a minha mae é um mostro





0
Votação
Por favor.
não se esqueça de classificar este desabafo. Obrigado.

Link Patrocinado:
Acompanhe aqui toda a atualidade sobre o Marketing Multinível. Notícias sobre a TelexFREE, BBOM, etc.




Eu confesso que odeio a minha MAE sei que é dificil entender isso, uma filha que adeia a própia mae mas é assim mesmo, vou contar minha historia pra voces: sou a mas velha de 3 irmas o meu pai trabalhava de motorista de onibus e quase nunca vinha a casa a cada 6 meses ele ficava um final de semana em casa e quando ficava sempre tava bebado, mas mesmo assim eu amava ele, adorava quando ele estava em casa porque quando ele estava minha mae nao me batia mas era só ele sair da cidade e começava meu martirio. primeiro ela me batia por que eu era carinhosa com meu pai, mas nao era qualquer surra nao ela tirava minha roupa por que segundo ela a roupa me protegia. eu era só uma criança que queria o carinho do pai porque da mae eu nunca tive, todo mundo na minha rua tinha pena de mim ela me batia tanto até cansar uma vez cortou minha cara bem debaixo do olho com a fivela de um cinto que ela tinha guardado só pra isso (bater em mim) nesse dia o pessoal da rua se revoltou contra ela e o meu parinho queria até bater nela
quando eu completei 12 anos meu pai parou de vim a casa, ja nao sabiamos nada dele se tava vivo ou morto e eu sofria muito com isso depois disso a minha vida só piorou foi humilhaçáo atras de humilhaçao ela era tao ruim que no dia que eu fiquei mestruada por primeira vez ela saiu na rua falando para os meninos da rua: agora ela é moça,ja é moça mestruada. nunca intendi porque ela fez isso nao sei se foi pra me matar de vergonha ou pra fazer os homens ficarem com desejo e fazer alguma maldade comigo. (ela é um monstro) quando completei 16 anos consegui sair da cidade (que era no interior) e fui pra cidade grande, mas como eu só tinha 16 anos ela me fez voltar pro interior. eu era super boa filha super obediente, quando o meu pai foi embora de casa quando eu tinha 12 anos ela falava que ele nao mandava dinheiro e começamos a passar fome, fome mesmo por que ela nao tinha coragem nem de trabalhar pra da comida para os própios filhos. ficamos de esmola porque trabalhar nao mas usar seus filhos pra pedir dinheiro isso sim ela fazia quando eu completei 13 anos começei a trabalhar de domestica pra dar comida para minhas irmas e mesmo assim ela continuava me batendo e me humilhando.Quebrou uma vassoura nas minhas pernas quando eu completei 15 anos(foi a ultima vez que ela me bateu com 16 ela tentou me bater mas eu segurei a mao dela e nunca mas ela tentou, era uma covarde nojenta) pouco depois ela teve que fazer uma histerectomia e adivinha quem ficou com ela? eu dava até banho nela me sentia na obrigaçao de cuidar dela porque eu era a maior das 3 e uma de minhas irmas ja tinha sumido de casa quando completei 18 anos me livrei dela foi o dia mas feliz da minha vida tenho uma tatuagem de uma borboleta que significa a minha liberdade. até hoje quando eu lembro me da uma dor no coraçao queria poder fazer um buraco no tempo poder me ver criança da um beijo, um abraço e dizer que tudo vai sair bem e da um murro bem no meio da cara daquele monstro ODEIO ELA
ja fui no psicólogo mas nao consigo tirar essas lembraças da minha cabeça. hoje sou casada com um homem nao rico mas que tem condiçoes e ela vive na mesma miseria de sempre, tentei ajudar ela mas descobri que o dinheiro que eu mandava pra ela comer ela gastava com roupa cara e motos pra minha irma mas nova (que sempre foi a preferia dela)
assim que demorou mas eu cansei hoje nao quero saber nada dela pr mim ela pode morrer e nao vou nem ver o horrivel cadaver que ela vai deixar. a minha revolta almentou quando meu filho nasceu meu filho eu amo tanto ele como ela pode ter me maltratado tanto porque?
ja perguntei isso pra ela por telefone alguns anos atras e a nojenta falou que eu tava ficando doida que isso nunca passou. alguem entende isso? porque eu nao.
podem criticar o meu odio por ela mas sou eu a que fui humilhada, machucada. hoje eu entendo que ela é má muito má pessoa, que ela fez isso por pura crueldade, mas como uma criança entende? eu me perguntava todos os dias por que ela nao gostava de mim e da minha irma mas nova sim (porque a do meio tambem sofreu nao tanto quanto eu mas sofreu) o bom de tudo isso é que ela me ensinou COMO NAO SER MAE (obrigado por ler) o meu pai ja morreu e eu perdoei ele tive a oportunidade de perguntar porque ele saiu de casa, a resposta pra nao matar minha mae (antes de ele trabalhar como motorista ele vivia em casa mas eu era muito pequena e nao lembro dessa época) eu acredito nele pai descansa em paz

lida 2991 vezes, Texto desabafado por sofredora em Quarta, 18 de Maio de 2011 - publicado em Familiar

 

Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que entram no site diariamente. Se você considerar que esta confissão não está de acordo com as regras (*) do EuConfesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate usando o link "Reportar Abuso" em baixo. Obrigado pela sua colaboração.

Tags :
mãe , odeio , maltratadora ,



LINK DIRECTO: http://www.euconfesso.com/confissao-36343.html


*O Seu Nome


*O Seu Email (opcional)
Se desejar ser contactado pelo administrador, por favor coloque o seu email.


*Sobre o Abuso
Por favor faça uma breve descrição da situação que considera um abuso. Obrigado.


*Coloque o Código:

*Coloque o Seu Nome ou deixe como "anónimo":


Por favor indique o Seu Sexo ou Orientação Sexual:

*Escreva o Seu Comentário a esta confissão:
Note que devido ao nosso sistema de cache, o seu comentário pode demorar até 60 minutos até ficar publicado nesta confissão.

Nota:
O Eu Confesso é um site onde os as confissões e comentários são anónimos, mas nem por isso poderemos aceitar conteúdos agressivos ou considerados ilegais.
A administração poderá, sem aviso prévio, remover confissões ou comentários que considere ir contra os objectivos deste projeto.
Se concorda com isto, clique em baixo para publicar o seu comentário.






Comentários dos Usuários (7):

Feminino submetido por: anonimo-1083, em 10/28/2012:

[136974] voce ainda teve sorte, a minha além de fazer tudo isso ainda me obrigava trabalhar de dia para sustentar o macho dela e a noite eu ainda deitava com ele, eu tinha dez anos, nos outro dia dizia que eu era puta porque transava com homem casado.eu sofri tanto que nao consegui ser feliz, ela me maltratou desde o ventre e ainda dizia que eu era pior que um cancer, pois tentou abortar e eu não morri. vc acredita que quando me casei ela ia me pertubar em minha casa dizia q eu não merecia ser feliz porque fui um fruto indesejado, eu não consegui amar meus filhos na idade que eles mais precisaram de amor, eu era muito confusa esterica, gritava muito era uma louca.hoje eu vivo com meus fantasmas apesar de te-la abandonado não consegui tirar tanta coisa ruim da minha cabeça.. hoje sou professora, faço mestrado, mas aquele monstro mora em mim. ja melhorei muito, mas tenho muito o que mudar.
Concorda com este comentário?     Classificação:

Feminino submetido por: Carol, em 06/21/2012:

[135587] Meu Deus..... eu só posso imaginar o que vc passou... Não vou dizer que sei como vc se sente, pois só vc sabe o tamanho da sua dor.....Mas passei por algo parecido...e me entristece saber que vc tbm! Eu não desejava que ninguém no mundo sofresse assim.... Mas devo deixar de ser ingênua e admitir que nesse mundo estranho milhões de pessoas tbm passam por isso...Minha tbm me odeia - desde quando eu nasci - eu era a única a apanhar, todo dia, sem motivo... Cresci amedrontada, querendo agradar a todos, para que gostassem de mim, e para que ela parasse de me bater... isso atrapalhou até meus relacionamentos e amizades - parecia que só atraía pessoas egoístas e manipuladoras como ela.....TBm queria voltar no tempo e resgatar a minha pequena "eu" ^^Tbm joguei na cara dela quando fiz 25 anos o tanto que ela me batia sem razão e ela fez a mesma coisa que a sua....Tbm sempre que ela ficava doente eu que cuidava, até nas cirurgias que ela fez...Quando cresci (13,14 anos) ela parou de me bater porque hoje eu sou a mais alta da família...então intensificou as agressões psicológicas.... foi assim até me fazer uma pessoa sem estrutura, sem força de vontade, destruiu minha autoestima.... Agora com 26 eu finalmente vejo que não há volta...Devo cuidar do futuro, tentar esquecer e fazer o melhor nessa vida.Fui em terapeuta, mas por eu não ter dinheiro, era estagiário.... só diziam que eu tinha que tentar me aproximar, quando eu dizia que precisava de forças pra sair de casa sem sentir que estava abandonando a família.porque até isso ela fez: quando saí de casa me chantageou até voltar, só para ter em quem pisar...Concordo tbm com o outro comentário, percebi isso ontem e disse pra ela: ela é uma pessoa frustrada e amargurada que só sabe pisar nos outros pra se sentir bem....A gota d'água foi quando ela me disse ontem pra provar que eu havia mesmo sofrido abuso sexual.... do meu avô - pai dela...... Ela não tinha mais com que me atingir e baixou o nível de vez, pois agora que sou mais forte, não é qualquer coisa que ela diz que me atinge.....E eu fiquei calada até os 21 anos para poupar a ela da tristeza de saber que o próprio pai havia feito aquilo.De todos os meus arrependimentos o maior é esse... de apesar de tudo querer poupá-la e ela foi a primeira a me ferir...
Concorda com este comentário?     Classificação:

submetido por: anonimo-9764, em 05/27/2011:

[91265] Oi, tive um história parecida com a sua o que me fez me interessar por psicologia. Sempre quis entender o que leva uma pessoa a fazer isso com o próprio fillho. A resposta é que pessoas como sua mãe são muito infelizes e frustradas e usam seus filhos pra descarregar sua raiva. Na verdade eles culpam os filhos por seu próprio fracasso. Quando entendi isso passei a sentir pena do meu pai, vi como ele é infeliz e hoje eu o perdoei.O mais importante é vc ver que vc nunca teve culpa, e que sua mãe era uma infeliz que te torturava pra descarregar a raiva que ela sentia dela mesma e da vida dela.
Concorda com este comentário?     Classificação: 3

submetido por: anonimo-2294, em 05/19/2011:

[89904] eu entendo vc, e quase chorei quando li sua história. Minha mãe também era horrível comigo uma época, então cortei o diálogo e só falo com ela o necessário. tenho 16 anos e tenho medo de contar várias coisas pra ela pq tenho medo do que ela pode fazer comigo. o bom é que desde que ela noivou quase não me dá mais atenção e eu prefiro assim, ela só faz o necessário e eu só faço o necessário.
Concorda com este comentário?     Classificação: 1

submetido por: anonimo-4994, em 05/18/2011:

[89795] Fiquei sem conversar com minha mãe por quase 15 anos, ela não me batia muito, mas não queria diálogo. Mas mesmo assim eu gostava dela, ela melhorou depois que fiquei adulta, cuidei dela com amor quando ficou doente pra morrer. Hoje eu não tenho nenhum remorso, acho que se tivesse sido ruim pra ela, teria sido mais monstro do que ela.
Concorda com este comentário?     Classificação: 1

submetido por: anonimo-9164, em 05/18/2011:

[89787] oi eu entendo vc...sei que vai ser dificil esquecer o que passou e quem sou eu prá dizer ao contrario...dedique-se ao seu filho e passe todo o seu amor a ele...vivi na minha infância algo parecido com a sua história no meu caso era o meu pai que não mi suportava, hoje sou casada tenho minha familia nus damos bem hoje mais confesso que as vezes lembro da minha infância e choro ...vc como eu teremos dificuldades para esquecer a pessoa que deveria cuidar ajudar aconselhar é o que mais judia...um beijo sou solidaria a sua revolta...
Concorda com este comentário?     Classificação: 1

submetido por: anonimo-5604, em 05/18/2011:

[89770] oi entendo vc
Concorda com este comentário?     Classificação: 1


marta publicou o seguinte:
em Coisas Legais


amelee publicou o seguinte:
em Eu Confesso
Oi pessoal...
Hoje mais uma vez não consegui ter um bom diálogo com o pai da minha filha..nem chamo mais de marido..pra que? Quando mais preciso da força e do apoio dele ele simplesmente foge....Eu só queria conversar, só isso! nada demais. Eu confio muito no que ele me diz..mas acho que agora ta na hora de abrir mão desse diálogo todo...
Muito fácil não querer mais ninguém depois de alguns anos de casamento. Maior burrice que fiz na minha vida....




“ O que eu mais quero não é ser o seu primeiro amor, mas sim seu último romance. ”



Novidades

Já é novamente possível REPORTAR um problema com uma confissão. Clique no link Reportar na página da confissão.

Receba as últimas confissões por email:






Siga o EuConfesso
no Twitter.
Acompanhe aqui.





Warning: mysql_close(): no MySQL-Link resource supplied in /home/euconfe/public_html/addviewcomment.php on line 1228