No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

pub: Coloque a sua dúvida e surpreenda-se com a resposta. Clique para visitar o Eu Pergunto:

Respondida: Como fazer para a vagina voltar a ser apertada depois de ficar frouxa ???

O que você acha sobre o tarot?

ela não sai de dentro de mim Masculino

Confissão ID: 176265 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

eu vou dar uma resumo para quem é novo no site,a alguns anos atrás,uma mulher se mudou para a minha rua,essa mulher trabalhava em um laboratório,eu sempre quis trabalhar num laboratório,eu pensava que essa mulher trabalhava com pesquisa,quando eu descobri que essa mulher era mais nova que eu,eu fiquei com muita raiva dela,mas tanta raiva,que eu queria bater na cara dela até abrir um buraco,eu queria matar ela,a existência dessa mulher me incomodava,eu nunca senti tanto ódio de uma pessoa na minha vida,eu vim aqui nesse site procurar ajuda para que essa mulher perdesse o emprego,eu “botei” o nome dessa mulher no site de vizinha,ninguém nesse site me ajudou a fazer com que a vizinha perdesse o emprego e ainda ficaram debochando de mim,o tempo passou e a vizinha acabou se mudando daqui da rua,sem que eu conseguisse fazer com que ela perdesse o emprego,um ano depois da mudança da vizinha,eu fui pesquisar sobre o trabalho de pesquisador no Brasil e vi que eu estava enganado em relação a vizinha,a vizinha não trabalhava com pesquisa,por um simples motivo,a vizinha não tinha feito faculdade,só depois da faculdade as pessoas podem trabalhar com pesquisa

mesmo depois de ter passado tanto tempo que eu não vejo mais a vizinha,eu não consigo parar de pensar nessa ódio que eu sentia por ela,várias vezes eu sinto vontade de bater nela,eu fico pensando que eu não consigo me sentir culpado por desejar e estar disposto a matar a vizinha,mesmo as outras pessoas dizendo que isso é errado,eu não sinto que eu estava errado em querer fazer com que a vizinha perdesse o emprego,se aparecesse hoje na minha frente que trabalhasse com pesquisa e fosse mais nova que eu,eu teria a mesma atitude que eu tive com a vizinha,eu estava disposto a ser preso,eu estava disposto a fazer o que fosse necessário para que a vizinha parasse de existir,um ódio assim não desaparece,mesmo que a causa desse ódio fosse equivocada

Texto desabafado por vizinho , em Domingo, 13 de Agosto de 2017
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. vizinho agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.

Comentários ao Desabafo de vizinho

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0